Skip to main content

O Estado de São Paulo registrou, entre janeiro e março de 2024, mais de 195 mil casos de dengue. O grande número de casos em todo o País (o Brasil tem mais de 1,5 milhão de registros suspeitos) exige uma ação rápida do poder público. 

Por isso, a prefeitura de São Paulo fez um incremento de R$ 240 milhões para ações de reforço no combate à dengue. Os recursos servirão para ampliar o horário de funcionamento das unidades de atendimento médico ambulatorial (AMA) até 22h, contratação de mais 500 médicos, 30 caminhonetes para nebulização, e a inclusão de 3,2 mil agentes para atuar nas ruas. 

Há ainda um aumento na campanha de conscientização, uma vez que 80% dos casos de dengue estão dentro das casas.  As mães que integram o programa Mães Guardiãs terão curso de capacitação para orientação nas escolas municipais e para agirem como agentes multiplicadores. Elas receberão R$ 988 para trabalhar quatro horas por dia na estratégia de conscientização.
Além disso, as equipes de campo utilizam drones para a identificação de focos de criadouros do mosquito Aedes aegypti e para a aplicação de larvicida em locais amplos e espaços fechados, locais estes que os servidores têm dificuldade de acessar – como telhados de casas, lajes, galpões, imóveis fechados e grandes terrenos baldios.

Educação

Descasque mais, desembrulhe menos

Prefeitura SPPrefeitura SP19 de fevereiro de 2024
Assistência Social

Aqui tem trabalho

Prefeitura SPPrefeitura SP12 de abril de 2024
Meio Ambiente

São Paulo mais verde

Prefeitura SPPrefeitura SP14 de março de 2024

Deixe seu comentário

Pular para o conteúdo