Skip to main content

A Prefeitura de São Paulo publicou decretos municipais que transformam 32 áreas verdes particulares da cidade em espaços de utilidade pública. O objetivo é inclui-las na relação de áreas de preservação ambiental e aumentar para 26% o território sob proteção das gestões públicas municipal, estadual e federal na Capital Paulista. 

Estas áreas totalizam 16.531 hectares e se somam aos 18.280 hectares de 9 locais já considerados áreas de preservação na cidade. Dentre eles estão os Parques Aristocrata, Billings – Clube Santa Mônica, Morro Grande e Riviera Paulista.

Os próximos passos do processo são a desapropriação dos imóveis e a indenização dos proprietários. A escolha dos imóveis foi feita a partir de mapeamento da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente.

Emprego e Renda

São Paulo: cidade das oportunidades

Prefeitura SPPrefeitura SP23 de fevereiro de 2024

Deixe seu comentário

Pular para o conteúdo